sábado, 31 de agosto de 2013

Questões do Saerjinho - Língua Portuguesa (3º bimestre 2012) Romance "Quinze"


Leia o fragmento abaixo, do capítulo 7 do livro “O Quinze”, de Raquel de Queiroz:

         Na primeira noite, arrancharam-se numa tapera que apareceu junto da estrada, como um pouso que uma alma caridosa houvesse armado ali para os retirantes.
         O vaqueiro foi aos alforjes e veio com uma manta de carne de bode, seca, e um saco cheio de farinha, com quartos de rapadura dentro.
         Já as mulheres tinham improvisado uma trempe e acendiam o fogo. E a carne foi assada sobre as brasas, chiando e estalando o sal. Pondo na boca o primeiro pedaço, Chico Bento cuspiu:
         – Ih! sal puro! Mesmo que pia!
         Mocinha explicou: 
         – Não tinha água mode lavar...
         Sem se importarem com o sal, os meninos metiam as mãos na farinha, rasgavam lascas de carne, que engoliam, lambendo os dedos. 
         Cordulina pediu: 
         – Chico, vê se tu arranja uma agüinha pro café...
         Apesar da fadiga do longo dia de marcha, Chico Bento levantou-se e saiu; a garganta seca e ardente, parecendo ter fogo dentro, também lhe pedia água.
         Os meninos, passado o furor do apetite, exigiam com força o que beber; gemiam, pigarreavam, engoliam mais farinha, ou lambiam algum taco de rapadura, entretendo com o doce a garganta sedenta.
         Pacientemente, a mãe os consolava:
         – Esperem aí, seu pai já vem...
         Em meia hora, realmente, ele chegou, com a cabaça cheia duma água salobra que arranjara a quase um quilômetro de distância. 
         O Josias, que era o que mais se lastimava e mais tossia, correu para o pai, tomou-lhe a vasilha da mão e colando às bordas a boca sôfrega, em sorvos lentos, deliciados, sugou a água tão esperada; mas os outros, avançando, arrebataram-lhe a cabaça.
         Aflita, Cordulina interveio:
         – Seus desesperados! Querem ficar sem café?

1. De acordo com esse texto, Chico Bento foi arrumar água, porque
A) Cordulina queria fazer café.
B) Josias lastimava e tossia.
C)  os meninos comeram carne salgada.
D) os meninos exigiam com força o que beber.

2. O trecho “ – Não tinha água mode lavar...” expressa um exemplo de linguagem comum em
A) textos jornalísticos
B) revistas de ciências
C) palestras acadêmicas
D) falas regionais

3. No trecho “... a garganta seca e ardente, parecendo ter fogo dentro...”, o recurso utilizado para a construção da expressão destacada é
A) a comparação de ideias
B) a enumeração de fatos
C) a oposição de ideias
D) a repetição de sons

4. Esse texto é um fragmento de
A) crônica   B) diário de bordo    C) relato de viagem   D) romance

5. No trecho “... e colocando às bordas a boca sôfrega...”, a palavra em destaque sugere
A) aflição   B) ambição   C) fúria   D) temor

6. No trecho “tomou-lhe a vasilha da mão...”, o pronome em destaque se refere
A) ao Chico Bento   B) à Cordulina   C) ao Josias   D) ao outro menino

7. No trecho “... mas os outros, avançando, arrebataram-lhe a cabeça”, o conectivo em destaque expressa
A) causa   B) consequência   C) oposição   D) explicação

8. No trecho “... como um pouso que uma alma caridosa houvesse armado ali para os retirantes”, o conectivo em destaque expressa
A) comparação   B) causa   C) conformidade   D) consequência

9. No trecho “... engoliam mais farinha, ou lambiam algum taco de rapadura...”, o conectivo em destaque expressa
A) alternância   B) adição   C) explicação   D) adversidade

# RESPOSTAS (GABARITO)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...