domingo, 13 de outubro de 2013

Atividade sobre figuras de sintaxe I


Leia o poema a seguir, de Reynaldo Jardim, e responda às questões de 1 a 6.

Eu vejo uma gravura

Eu vejo uma gravura
 grande e rasa.
No primeiro plano
 uma casa.
À direita da casa
 outra casa.
Lá no fundo da casa
 outra casa.
Em frente da casa
 uma vala:
 onde escorre a lama
 doutra casa.
E no chão da casa
 outra vala:
 onde escorre o esgoto
 doutra casa.
Esta casa que eu vejo
 não se casa
com o que chamamos
 uma casa.
Pois as paredes são
Esburacadas
onde passam aranhas
 e baratas.
E os telhados são
 folhas de zinco.
E podem cair
 a qualquer vento.
E matar uma mulher
 que mora dentro.
E matar a criança
 que está dentro
 da mulher que mora
 nessa casa.
Ou da mulher que mora
 noutra casa.

É preciso pintar
 outra gravura
 com casas de argamassa
 na paisagem.
Crianças cantando
 a segurança
 da vida construída
 à sua imagem.
(Joana em flor. Rio de Janeiro: José Álvaro Editor, 1965. p. 63.)

1. O poema se intitula “Eu vejo uma gravura”. Gravura é o mesmo que um quadro, uma pintura.
a) O que retrata essa gravura?
b) Essa gravura retrata uma paisagem fictícia, fruto da imaginação do artista, ou uma paisagem real, conhecida em nosso país? Justifique.

2. A linguagem do poema organiza-se de forma a chamar a atenção sobre si. Para esse fim, as figuras  de sintaxe cumprem um papel importante.
a) Na 1ª estrofe, uma palavra é omitida várias vezes, por já ter sido expressa anteriormente. Qual  é essa palavra?

b) Qual é a figura de sintaxe que corresponde à ausência dessa palavra?

3. Observe a 3ª estrofe do poema:
a) Nos versos "É matar uma mulher / Que mora dentro", é omitido um termo que complementaria a palavra dentro. Qual é esse termo e qual a figura de sintaxe corresponde à sua ausência?
b) Nos versos “Ou da mulher que mora / noutra casa”, são omitidas duas orações inteiras, já  expressas anteriormente. Quais são essas orações e a qual figura de sintaxe corresponde essa  omissão? 
c) Nessa estrofe, nota-se o emprego sistematizado da conjunção e. Que figura de sintaxe essa  repetição constitui e que efeito de sentido ela cria no texto?

4. Nestes versos da 2ª estrofe:
“Esta casa que eu vejo
 não se casa
com o que chamamos
 uma casa.”
a) Que jogo de sentidos é feito com a palavra casa?
b) Nesses versos, que sentimento o eu lírico revela?
 • raiva • indignação • pena • esperança
5. O espaço assume um papel importante na construção do texto. Na 1ª estrofe, a casa em destaque  está totalmente cercada por outras casas, a ponto de o esgoto de uma passar dentro de outra. Na  3ª estrofe, o texto faz referência à “criança / que está dentro / da mulher que mora / nessa casa”.
a) Tanto em uma estrofe quanto na outra, como é a organização do espaço nessa favela?
b) Que efeito essa organização do espaço tem sobre a qualidade de vida das pessoas? Por quê?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...