terça-feira, 2 de abril de 2013

Verbos na construção do texto



Leia a letra de uma canção de Sandra Peres e Paulo Tatit:

Quando vejo o meu vovô
Que é pai do meu papai
Penso que um tempo atrás
Ele era o que eu sou
Agora sou criança
E o vovô também já foi
A vida é uma balança
Ontem, hoje e depois
Amanhã talvez quem sabe
Eu serei um outro avô
E o filho do meu filho
Será o que hoje eu sou
Ontem, hoje e depois.
(CD Pé com pé. MCD, 2004.)

1. O eu lírico da canção tem alguns pensamentos filosóficos.
a) Sobre o que ele pensa?
b) O que ele quer dizer com o trecho "A vida é uma balança / Ontem, hoje e depois"?
c) Das palavras ontem, hoje e depois, qual equivale ao centro do equilíbrio da balança?
d) Você também costuma ter pensamentos filosóficos desse tipo? Se sim, conte como são seus pensamentos. Resposta pessoal.
Professor: Estimule a conversa entre os alunos. Eis uma boa oportunidade para comentar com os alunos o fato de que as questões de natureza existencial ou filosófica sempre estiveram presentes na vida do ser humano.

2. O eu lírico se compara ao avô e pensa no que cada um é, foi e será. Observe estes três grupos de versos:

"[meu avô] Que é pai do meu papai         "Agora eu sou criança               "Eu serei um outro avô"
[...]                          E o vovô também já foi"                   
Ele era o que eu sou"                                                                               

a) Que versos expressam o que o avô foi no passado? Nesses versos, em que tempo estão os verbos que se referem ao avô?
b) Que versos expressam o que o eu lírico e o avô são no presente? Em que tempo estão os verbos desses versos?
c) Que verso expressa o que o eu lírico vai ser no futuro? Em que tempo está o verbo desse verso?
d) As formas verbais dos versos acima expressam ação, estado ou fenômeno natural? Na sua opinião, por que esse tipo de verbo é o mais adequado ao tema da canção?
e) Conclua: Qual é a importância dos tempos verbais na construção da letra dessa canção?

3. Observe a penúltima estrofe da letra da canção. Como o eu lírico vê a passagem do tempo e da vida?
Para que servem os verbos?
Juntamente com o nome, o verbo é a base da comunicação verbal. Ele está relacionado diretamente com o ser e o fazer do ser humano no mundo.
Para dizer que alguém faz alguma coisa, empregamos um verbo de ação (por exemplo, "O homem transforma o mundo"); para dizer que algo ou alguém está de determinada forma, empregamos um verbo de estado (por exemplo, "O mundo ficou aterrorizado com o início da guerra"); para indicar um fenômeno natural, empregamos um verbo que cumpre esse papel (por exemplo, "Anoiteceu subitamente hoje"). Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...