segunda-feira, 8 de abril de 2013

Aula sobre o Gênero Textual Notícia (atividades)

Observe diferentes matérias jornalísticas que você tem disponível em casa e veja o teor de cada uma delas. O que mais lhe chama a atenção numa matéria de jornal/revista?
 
Responda às perguntas abaixo:
 
1. Quais jornais você costuma ler e assistir? Com qual frequência? O que mais lhe chama a atenção nas matérias?

2. O que você faz para se manter informado diariamente? Onde você procura a informação?
( ) Internet.
( ) Revistas.
( ) Jornais.
( ) TV.

3. Qual a sua visão da informação no mundo de hoje?


A linguagem jornalística
A linguagem jornalística adota o padrão culto da língua, sem, contudo, perder de vista o universo vocabular do leitor. Exige o emprego do mínimo de palavras e o máximo de informação, correção, clareza e exatidão.

Para uma boa redação de textos jornalísticos, observe os procedimentos expostos a seguir:
Construa períodos curtos, com no máximo duas ou três linhas, evitando frases intercaladas ou ordem inversa desnecessária.
Adote como norma a ordem direta, elaborando frase com a seguinte estrutura: sujeito, verbo e complemento.
Empregue o vocabulário usual. Adote esta regra prática: nunca escreva o que você não diria. Termos técnicos ou difíceis devem ser evitados; se tiver que escrevê-los, coloque entre parênteses o seu significado. Os termos coloquiais ou de gírias devem ser usados com parcimônia, apenas em casos especiais.
Nunca use duas palavras se puder usar uma só.
Evite os superlativos e adjetivos desnecessários.
Empregue verbos de ação e prefira a voz ativa, que dinamizam mais a frase e estimulam o leitor.
Fonte: Martins (1997)


Leia agora a notícia a seguir e responda a atividade proposta..

No Brasil
     Na Escola Estadual de Ensino Fundamental Luciana de Abreu, na capital gaúcha, uma das cinco escolas contempladas no pré-piloto do projeto Um Computador por Aluno (UCA), a implantação começou em janeiro. Até agora, 276 laptops foram entregues e outros 124 são esperados. No total, 350 alunos e 50 professores de 1ª a 8ª séries serão beneficiados.
     Segundo a professora Léa Fagundes, do Laboratório de Estudos Cognitivos da Universidade Federal do RS, responsável pela coordenação e avaliação do projeto no colégio, optou-se pela imersão total, ou seja, cada estudante trabalha com um laptop e pode levá-lo para casa. 
     Os resultados obtidos, afirma, são extremamente positivos. Entre os avanços que a tecnologia trouxe para a sala de aula, ela destaca o aumento da concentração, do interesse, da curiosidade e do desejo de aprender, aliados à diminuição das faltas.
Fonte: <http://www.certi.org.br/mod_Imprensa/impr_18_clipping_vis2.php4?b_id_noticia=283>. Acesso em: 14 dez. 2009.

Atividades:
1. Com relação à tecnologia, compare a situação das escolas públicas no Uruguai com as escolas públicas no Brasil.
 
2. Como o advento da tecnologia pode facilitar o aprendizado do aluno?
 
3. Qual o posicionamento das professoras mencionada nos textos (tanto na escola do Uruguai como na escola do Brasil)?
 
4. Comente a afirmação de Miguel Brechner: "Este não é um programa de entrega de laptops, nem um programa educativo. É um programa que busca reduzir o abismo digital e a diferença de conhecimento".
Fonte: http://www.metropoledigital.ufrn.br/aulas/disciplinas/ce/aula_01.html Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...