segunda-feira, 22 de abril de 2013

Atividades sobre artigos (exercícios) 6º ano

Leia o poema com atenção, observando o efeito da presença ou da ausência de artigos, e responda às questões de 1 a 4.
Cidadezinha qualquer

Casas entre bananeiras
mulheres entre laranjeiras
pomar amor cantar.
Um homem vai devagar.
Um cachorro vai devagar.
Um burro vai devagar.
Devagar… as janelas olham.
Eta vida besta, meu Deus.
(Carlos Drummond de Andrade. Reunião. 10. ed.  Rio de Janeiro: José Olympio, 1980. p. 17.)


1. O poema está organizado em três estrofes. Observe o emprego dos artigos em cada uma delas.
a) Na primeira estrofe não foram empregados artigos. Você acha que, como consequência, os substantivos dessa estrofe são particularizados ou generalizados?
b) Que tipo de artigo foi empregado na segunda estrofe? O que ocorreu com os substantivos que  estão acompanhados por esse tipo de artigo?

2. Nessa “cidadezinha qualquer” do interior, tudo é muito parado e parece não haver muita coisa para  fazer. Na última estrofe, o eu lírico diz: “as janelas olham”.
a) Naturalmente, as janelas não têm a capacidade de olhar. Na sua opinião, quem estaria olhando  o movimento da cidade?
b) De acordo com essa estrofe, o que parece ser uma das principais distrações das pessoas da cidade?
c) Que tipo de artigo o autor empregou para acompanhar o substantivo janelas?
d) Por que o poeta teria empregado esse tipo de artigo apenas para acompanhar a palavra janelas?

3. Nesse poema, o emprego dos artigos sugere uma forma especial de olhar a cidade. A sequência  em que os artigos aparecem no texto sugere uma gradação, que pode ser esquematizada assim: falta de artigo ➝ artigos indefinidos ➝ artigo definido
Essa gradação vai do particular para o geral, ou do geral para o particular?

4. O poema se chama “Cidadezinha qualquer”. Vamos suprimir a palavra qualquer e acrescentar  artigos. Veja:
a cidadezinha (artigo definido)
uma cidadezinha (artigo indefinido)
Em qual dessas construções o sentido se aproxima mais do título?

5. Às vezes, em certas situações, o artigo definido pode adquirir um sentido diferente do usual.  Tente descobrir o sentido dele nestas frases:
a) Este não é só um sanduíche: é o sanduíche!
b) Custa um real a dúzia da banana.

6. Há situações em que os artigos podem dar uma noção de quantidade aos substantivos.
Compare estas duas frases:
Vou comprar a bicicleta do meu primo.
Vou comprar uma bicicleta do meu primo.

Fonte: CEREJA e MAGALHÃES. Português: Linguagens Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...